A cidade está lá fora? : instituições de memória e o mundo digital

Nenhuma Miniatura disponível
Tipo
Dossiê
Classficação
Nível teórico
Data
2023-06-10
Título do Períodico
Revista Brasileira de Preservação Digital
ISSN
2675-3073
Página(s)/e-location
e023010
Idioma(s)
pt, en
Fonte
Fonte
Campinas, SP
4
Resumo
Introdução: A cidade capital criada para simbolizar a modernidade brasileira dos anos 60, do século XX, tem nos seus acervos locais documentais referências para a memória social. A dimensão pública da memória urbana apresenta na atualidade graus diferenciados de relação com os equipamentos culturais, que são cada vez mais interdependentes entre si pela presença das tecnologias digitais. A pesquisa trata da disponibilidade pública das coleções de imagens fotográficas sobre Brasília e como o seu arquivamento, com restrições de acesso e sem políticas de preservação digital no longo prazo, reduzem as possiblidades de interação para a construção da memória digital e seus desdobramentos na vida cotidiana. Objetivo: identificar a representatividade dos acervos locais de Brasília em relação ao universo digital, sua disponibilidade pública no presente em paralelo à existência ou não de estruturação de políticas de preservação digital de longo prazo. Metodologia: identificar condições de acesso e uso de tecnologias digitais por equipamentos culturais; levantar dados sobre a disponibilidade digital de documentação imagética sobre Brasília em comparação a outras cidades brasileiras; analisar a representatividade dos acervos e o papel cultural das entidades locais. Resultados: reconhecimento da relevância dos acervos locais para a construção da dimensão pública da memória urbana no longo prazo. Conclusão: importância de valorizar os acervos locais, considerando as políticas de preservação digital, a memória urbana e o acesso no longo prazo.

Introduction: The capital city created to symbolize the Brazilian modernity of the 60s, of the 20th century, has in its local documentary collections references for social memory. The public dimension of urban memory currently presents different degrees of relationship with cultural facilities, which are increasingly interdependent with each other due to the presence of digital technologies. The research deals with the public availability of collections of photographic images about Brasilia and how their archiving, with access restrictions and without long-term digital preservation policies, reduces the possibilities of interaction for the construction of digital memory and its consequences in everyday life. Objective: to identify the representativeness of local collections in Brasilia in relation to the digital universe, their public availability at present, in parallel with the existence or not of structuring long-term digital preservation policies. Methodology: identify conditions of access and use of digital technologies by cultural facilities; collect data on the digital availability of imagery documentation about Brasilia in comparison to other Brazilian cities; analyze the representativeness of the collections and the cultural role of local entities. Results: recognition of the relevance of local collections for the construction of the public dimension of urban memory in the long term. Conclusion: importance of valuing local collections, considering digital preservation policies, urban memory and long-term access.
Descrição
Palavras-chave
Custódia, Memória digital, Dimensão pública, Cidade, Preservação digital, Custody, Digital memory, Public dimension, City, Digital preservation
Citação