Please use this identifier to cite or link to this item: http://edubase.sbu.unicamp.br:8080/jspui/handle/EDBASE/6602
metadata.dc.type: Dossiê
metadata.dc.creator: SILVA, Jeanny Meiry Sombra
metadata.dc.creator.orcid: https://orcid.org/0000-0002-0953-1604
Title: Ser tia ou professora? Profissionalidade na educação infantil, um olhar sobre as representações de professores do segmento
metadata.dc.terms.title: Revista de Iniciação à Docência
metadata.dc.terms.source: Jequié, BA
6
2
jul./dez.
metadata.dc.format.medium: 549-564
Issue Date: 2021
ISSN: 2525-4332
metadata.dc.language: pt
Abstract: Este artigo aborda um estudo realizado com quinze pedagogas concluintes de uma pós-graduação lato-sensu numa instituição de ensino superior em São Paulo. A coleta de dados foi realizada por meio de um grupo focal cujo objetivo foi buscar compreender como as professoras participantes do estudo se representam e como percebem as representações que a sociedade faz do trabalho do professor da educação infantil. Os dados foram analisados com base nos pressupostos da Análise de Conteúdo de Bardin (2016) e fundamentados em autores como Freire (1997, 2001), Jodelet (2001), Moscovici (2003), dentre outros. Os resultados revelam que as representações sociais sobre o trabalho do professor desse segmento interferem nas relações e nas práticas pedagógicas e que a profissionalização é um caminho para mudanças de concepções. O estudo evidenciou também o desejo de reconhecimento da educação infantil como uma etapa da educação básica.

Thisarticle deals with a study carried out with fifteen pedagogues completing a lato-sensu postgraduate course at a higher education institution in São Paulo. Data collection was carried out through a focus group whose objective was to understand how the teachers participating in the study represent themselves and how they perceive the representations that society makes of the work of teachers in this segment. Data were analyzed based on Bardin's Content Analysis assumptions and based on authors such as Freire(1997, 2001), Jodelet (2001), Moscovici (2003), among others. The results reveal that social representations about the work of early childhood education teachers interfere in relationships and pedagogical practices and that professionalization is a way tochange conceptions. The study also highlighted the desire to recognize early childhood education as a stage of basic education.
Keywords: Representações sociais
Profissionalidade
Educação infantil
Social representations
Professionalism
Early childhood education
Citation: SILVA, Jeanny Meiry Sombra. Ser tia ou professora? Profissionalidade na educação infantil, um olhar sobre as representações de professores do segmento. Revista de Iniciação à Docência, Jequié, BA, v. 6, n. 2, p. 549-564, jul/dez. 2021. https://doi.org/10.22481/riduesb.v6i2.9108. Disponível em: https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/9108. Acesso em: 2022-08-09
metadata.dc.identifier.doi: https://doi.org/10.22481/riduesb.v6i2.9108
metadata.dc.identifier.url: https://periodicos2.uesb.br/index.php/rid/article/view/9108
metadata.dc.subject.classification: Nível metodológico
Appears in Collections:Revista de Iniciação à Docência

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.